Preencha os campos abaixo para submeter seu pedido de música:

madrugada
No comando: Madrugada 93

Das 00:00 as 05:00

normal
No comando: Programação normal

Das 05:00 as 06:00

territorio
No comando: Território Sertanejo

Das 05:00 as 07:00

saudade
No comando: Saudade Sertaneja

Das 05:00 as 07:00

bom-dia-93
No comando: Bom Dia 93

Das 06:00 as 08:00

normal
No comando: Programação normal

Das 08:00 as 10:00

93-minutos
No comando: 93 Minutos

Das 09:00 as 10:30

as-campeas
No comando: As campeãs da 93

Das 10:00 as 11:00

normal
No comando: Programação normal

Das 10:30 as 11:00

programadores
No comando: Programadores 93

Das 11:00 as 12:00

93-graus
No comando: 93 Graus

Das 12:00 as 13:00

arquivo
No comando: Arquivo 93

Das 12:00 as 13:00

alo
No comando: Alô 93

Das 13:00 as 16:00

normal
No comando: Programação normal

Das 13:00 as 20:00

normal
No comando: Programação normal

Das 13:00 as 22:00

as-campeas
No comando: As campeãs da 93

Das 16:00 as 17:00

sertanejo
No comando: Sertanejo 93 FM

Das 17:00 as 18:00

corneteiros
No comando: Corneteiros 93

Das 18:00 as 19:00

noite
No comando: Noite 93

Das 20:00 as 00:00

noite
No comando: Noite 93

Das 22:00 as 23:59

Governo vai anunciar ampliação da validade da CNH, diz Bolsonaro

Compartilhe:
cnh3-1024x683

O presidente Jair Bolsonaro afirmou no fim de semana em rede social que o ministro da Infraestrutura, Tarcísio Freitas, vai anunciar medidas de ‘desburocratização e economia’ para o trânsito.

Bolsonaro mencionou algumas medidas como a ampliação da validade da CNH e fim da obrigatoriedade de aulas em auto-escolas com simuladores.

Sem dar detalhes das mudanças, o presidente também afirmou que “medidas que afetam caminhoneiros serão extintas ou revistas” e falou em simplificação do emplacamento.

No fim do ano passado, o presidente já havia falado em estender a validade da CNH. Atualmente, a CNH tem validade de cinco anos.

Com a reforma ministerial feita em janeiro, o Contran passou a ser subordinado ao Ministério da Infraestrutura, comandado pelo ministro Tarcísio Gomes de Freitas. Até então, o conselho estava ligado ao extinto Ministério das Cidades.

(Redação 93 FM/G1)

Deixe seu comentário: