Preencha os campos abaixo para submeter seu pedido de música:

madrugada-93-2020
No comando: Madrugada 93

Das 00:00 as 05:00

territorio-sertanejo-2020
No comando: Território Sertanejo

Das 05:00 as 07:00

saudade
No comando: Saudade Sertaneja

Das 05:00 as 08:00

raizes-93-2020
No comando: Raízes 93

Das 07:00 as 09:00

bom-dia-93-2020
No comando: Bom Dia 93

Das 08:00 as 11:00

93-minutos-2020
No comando: 93 Minutos

Das 09:00 as 10:30

bom-dia-93-2020
No comando: Bom Dia 93

Das 09:00 as 11:00

normal
No comando: Programação normal

Das 10:30 as 11:00

programadores-2020
No comando: Programadores 93

Das 11:00 as 12:00

arquivo-93-2020
No comando: Arquivo 93

Das 12:00 as 13:00

93-graus-2020
No comando: 93 Graus

Das 12:00 as 14:00

alo-93-2020
No comando: Alô 93

Das 13:00 as 15:00

normal
No comando: Programação normal

Das 14:00 as 19:00

normal
No comando: Programação normal

Das 14:00 as 22:00

tarde-93-2020
No comando: Tarde 93

Das 15:00 as 17:00

sertanejo-93-2020
No comando: Sertanejo 93

Das 17:00 as 18:00

corneteiros
No comando: Corneteiros 93

Das 18:00 as 19:00

noite-93-2020
No comando: Noite 93

Das 19:00 as 23:59

noite-93-2020
No comando: Noite 93

Das 22:00 as 23:59

Porto Feliz recebe mais de 1.100 doses da vacina de Oxford

Compartilhe:
78422217_ririo-18-082018-dia-d-de-vacinacao-contra-a-polio-e-o-sarampocampanha-de-vacinacao-co

Porto Feliz recebeu ontem um novo lote com mais 1.175 doses da vacina de Oxford/Fiocruz. A cidade totaliza mais de 15 mil doses de imunizantes recebidas desde janeiro, quando teve início a campanha de vacinação.

 

Das 1.175 doses, 46 doses serão utilizadas em pessoas com Síndrome de Down, 34 para quem tem deficiência permanente entre 55 e 59 anos, 21 doses para transplantados, 112 para gestantes e mulheres no pós-parto com comorbidades e 959 para quem tem doenças pré existentes de 55 a 59 anos. O agendamento será aberto em breve.

 

Na região, Itu recebeu ontem 3.785 doses da vacina de Oxford, Boituva 1.185, Salto 2.685 e Sorocaba 15.295. Para esta nova fase, será necessário comprovar a comorbidade com exames, receitas, relatório ou prescrição médica.

 

(93 FM)

Deixe seu comentário: